Lettres

    Richard Frethorne

    • Número de páginas : 71
    • Edição bilíngue francês / inglês (Janeiro 2016)
    • Tradução e Posfácio de S. Famaco
    • Publicado pela primeira vez em inglês em 1935 (Government Printing Office)
    • ISBN : (em breve)

    Estes documentos essenciais da história norte-americana, que testemunham uma época em que a Virginia ainda era uma colónia britânica, tornam-se pela primeira acessíveis ao leitor francófono. O servente Richard Frethorne, criança (ou jovem) de origem inglesa, enviado (ou deportado) para a Virginia durante o inverno de 1622-1623, escreveu quatro cartas — entre as quais, três aos seus pais —, interceptadas e mais tarde arquivadas com os papéis de Nathaniel Rich, acionista da Virginia Company. Nelas descreve a doença e as frequentes razias dos indígenas que oprimiam a colónia e que dizimavam os serventes, os colonos e os responsáveis. Nestas cartas exprime, com urgência e fervor, o desejo de ser redimido e de regressar para a Inglaterra.

    Esta edição inclui, além da tradução, o texto inglês tal como foi colacionado sobre o manuscrito por Susan Myra Kingsbury. Procura respeitar o mais próximo possível a letra irregular, na sintaxe e na ortografia, do original. Além disso, o leitor encontrará neste livro: uma nota editorial, anotações, e um posfácio. Este último relatando brevemente, através de fontes contemporâneas, a história da deportação de crianças ingleses para a Virginia, pela London Company, entre 1618 e 1623, bem como os acontecimentos ligados à fome de 1623.

     

    Creative Commons License